Moçambique: Frelimo dá nota positiva ao Governo em Maputo

(jornalnoticias.co.mz)
(jornalnoticias.co.mz)
(jornalnoticias.co.mz)

Os membros do Comité Provincial da Frelimo em Maputo apreciaram positivamente, na semana passada, o desempenho do Governo e encorajaram-no a manter o ritmo dos esforços em curso na busca de soluções para a melhoria das condições de vida da população.

Reunidos na sua VII sessão ordinária, os camaradas procederam também à eleição de dois membros para o preenchimento de vacaturas abertas pela morte de representantes de Marracuene e Namaacha no órgão, o que permitiu o preenchimento do número de membros que compõem aquela estrutura deliberativa do partido no poder a nível da província de Maputo, para além da eleição de Arnaldo Chivite para o colégio do secretariado na área de mobilização, propaganda e organizações sociais.

Foi igualmente considerada positiva, durante o encontro, a prestação da bancada da Frelimo na Assembleia Provincial, bem como dos deputados eleitos por este partido, para o parlamento nacional, através do círculo eleitoral de Maputo, na sua missão de fiscalização e apoio ao desempenho do Governo na materialização das promessas contidas no manifesto eleitoral traduzido em programa quinquenal e planos de acção.

Lote Maweia, primeiro-secretário da Frelimo na província de Maputo, considera que, de uma forma geral, o desempenho do Governo é considerado positivo, na medida em que o Executivo está a traduzir em acções as promessas feitas durante a campanha eleitoral, tendo em consideração que as mesmas estão a ter impacto directo na vida dos cidadãos.

Disse serem visíveis as acções positivas na área da agricultura, onde, apesar das adversidades provocadas pela seca, o Governo tem estado a auxiliar em recursos para garantir a produção através da alocação de meios de trabalho e sementes nas áreas irrigadas.

Na componente da indústria e comércio assiste-se também um crescimento assinalável, com a entrada de mais unidades produtivas e o alargamento da rede de infra-estruturas comerciais, o que contribui para o aumento de capacidade para a aquisição de bens de consumo e a satisfação das necessidades da população.

A RENAMO DEVE GUIAR-SE PELA PAZ

No que tange a infra-estruturas, Maweia tomou como exemplo o início e a conclusão das obras das diferentes estradas, como, por exemplo, aquelas que ligam Boane à Ponta do Ouro e Boane-Moamba, que mostram claramente o envolvimento do Governo na satisfação das necessidades dos cidadãos.

“Há um desenvolvimento social a considerar. Por isso, achamos que o Governo está a dar resposta às necessidades da população e caminha firme no cumprimento das promessas eleitorais, com a assistência e apoio das nossas bancadas na Assembleia da República e na Assembleia Provincial”, disse Maweia, para quem o bom desempenho do Executivo depende, sobretudo, da manutenção da paz e da estabilidade nacional.

O número um do partido no poder em Maputo considera a situação política da região “muito estável”, mas, mesmo assim, não deixou de lançar apelos à Renamo para cultivar e privilegiar atitudes de paz, em função da agitação que se vive em determinadas partes do nosso país, e convida a este partido e sua liderança, para que se oriente pela via de diálogo.

Para Maweia, a Renamo tem de reconhecer e assumir que o diálogo é a melhor via para a construção de consensos, através do debate das diferenças para a consolidação da paz, da estabilidade e da harmonia social, para o desenvolvimento do nosso país.  (jornalnoticias.co.mz)

por ISAÍAS MUTHIMBA

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA