Merkel: acolher os refugiados é ‘tarefa mais difícil desde reunificação’

(AFP)
(AFP)
(AFP)

Acolher os refugiados que pedem asilo na Alemanha é “o trabalho mais difícil (…) desde a reunificação”, avaliou nesta quarta-feira a chanceler Angela Merkel, que rejeitou “participar do concurso” entre os Estados europeus para dissuadir sua imigração.

“É uma tarefa difícil, talvez a mais difícil desde a reunificação” da Alemanha, disse Merkel em um ‘talk-show’ na rede estatal de televisão ARD, sobre os cerca de 1 milhão de pedidos de asilo que o país deve receber em 2015.

Com a popularidade em queda e criticada por seu próprio partido devido à sua política de acolhida, Merkel afirmou que não deseja “participar do concurso sobre quem se mostra mais hostil diante dos imigrantes”, e destacou estar “orgulhosa do rosto amigável” mostrado pela Alemanha.

Merkel admitiu que os números “variam” sobre o actual fluxo de refugiados que pedem asilo, e que “ninguém pode prever” quantos ainda chegarão, mas excluiu qualquer encerramento das fronteiras.

A chanceler se deixou fotografar ao lado de refugiados em um centro de acolhimento e foi irónica: “acreditam que 100 mil pessoas deixam sua pátria porque existe este tipo de ‘selfie'”? (afp.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA