Malanje: Mais de 20 toneladas de peixe “Cacusso” serão colhidas anualmente em Cahombo

Governador de Malanje, Norberto dos Santos “Kwata Kanawa” (Foto: Antonio Escrivao)
Governador de Malanje, Norberto dos Santos “Kwata Kanawa” (Foto: Antonio Escrivao)
Governador de Malanje, Norberto dos Santos “Kwata Kanawa” (Foto: Antonio Escrivao)

Vinte e sete toneladas de peixe “Cacusso” serão colhidas anualmente no município de Cahombo (135 quilómetros a nordeste da cidade de Malanje), em cinco tanques piscícolas criados para o efeito, no âmbito do projecto de piscicultura familiar, lançado este mês naquela localidade, pelo governador provincial, Norberto dos Santos “Kwata kanawa”.

De acordo com o chefe de departamento do instituto de pesca artesanal e aquicultura, Pedro Canga, os tanques com cinco mil 440 metros quadrados, têm a capacidade de suportar 27 mil peixes para o consumo.

Fez saber que a direcção provincial da agricultura, desenvolvimento rural e pescas, povoou com peixes os tanques.

Na ocasião, o proprietário dos tanques, Pedro Correia Kapassa mostrou-se bastante satisfeito por ser o primeiro contemplado deste projecto piscícola, que está a ser levado a cabo pelo governo local, no âmbito do programa de combate a fome e a pobreza.

Fez saber, que os peixes serão comercializados no mercado formal e informal.

O projecto de piscicultura familiar visa fomentar a aquicultura aproveitando as potencialidades que cada município dispõe, o incremento da oferta de emprego, melhoria da dieta alimentar da população e o aumento da renda familiar.

O programa vai abranger 10 municípios e, serão criados 400 tanques piscícolas que vão beneficiar igual número de famílias.

A província de Malanje conta um centro de piscicultura que possui cerca de 50 mil alvinos, cujos peixes servirão para o repovoamento dos tanques que estão a se criados ao nível dos municípios. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA