Lunda-Sul: Governo da província desmente partido UNITA por alegada fuga de vice-governador

Edifício-sede do Governo da província da Lunda-Sul (Foto: Pedro Parente)
Edifício-sede do Governo da província da Lunda-Sul (Foto: Pedro Parente)
Edifício-sede do Governo da província da Lunda-Sul (Foto: Pedro Parente)

O Governo da província da Lunda-Sul repudiou com “elevada repugnância” uma notícia “sem fundamento e caluniosa” difundida pelo partido UNITA sobre uma suposta fuga do vice-governador para o sector Económico, João Fukungo.

Informações postas a circular na província davam conta de uma alegada fuga do vice-governdor para parte incerta e ganharam forma quando, no dia 29 de Setembro, a UNITA instou, em conferência de imprensa, o Governo provincial a pronunciar-se publicamente sobre o assunto.

Em nota distribuída à Angop, o Governo da província informa que o vice-governador João Fukungo “deslocou-se ao exterior do país, devidamente autorizado pelos órgãos competentes”.

“As instituições e pessoas que veiculam informações sem fundamento não são dignas de credibilidade e só mostram a sua falta de seriedade, profissionalismo e responsabilidade”, sublinha a nota.

O Governo da província da Lunda-Sul acrescenta que a situação se torna “mais grave” quando a informação tem como fonte uma força política com assento no parlamento, e da qual se esperaria uma postura com sentido de Estado. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA