Luanda: Cidadãos satisfeitos com asfaltagem de avenidas na Ingombota

Obras de Estradas de Luanda (arquivo) (Foto: Aspirante Viera Afonso)
Obras de Estradas de Luanda (arquivo) (Foto: Aspirante Viera Afonso)
Obras de Estradas de Luanda (arquivo) (Foto: Aspirante Viera Afonso)

Cidadãos residentes e que circulam pelo distrito urbano da Ingombota, Luanda, estão satisfeitos com a colocação de um novo tapete asfáltico nas principais ruas e avenidas da circunscrição, numa empreitada iniciada em Maio com o término previsto para Novembro próximo.

Em declarações quarta-feira à Angop, os cidadãos disseram que o projecto do Executivo esta a dar uma nova imagem a zona baixa, e consequentemente esta a melhorar a circulação de viaturas.

Para o funcionário público José Batalha, a reabilitação deu uma nova imagem à circunscrição e contribuí para uma melhor circulação para peões e automobilistas, assim como maior segurança, evitando danos às viaturas.

Ao avaliar a empreitada, a estudante universitária Lurdes de Castro Van-Dunem disse que ” isto faz com que toda a população tenha orgulho da cidade capital. Angola está a crescer cada vez mais e é neste sentido, penso, que urge a necessidade da preservação do trabalho em curso”.

Já o automobilista Teixeira António Américo considera que alguns troços já reabilitados, que estavam em avançado estado de degradação, estão agora em boas condições técnicas e permite uma circulação mais fluida e segura.

Na opinião do técnico de construção civil, José Maria Galiano, a cidade de Luanda precisa de um programa específico de reabilitação permanente de estradas, no sentido de diminuir a discrepância existente entre o crescente número de viaturas que circulam na cidade e a reparação ou construção de novas vias.

“ Apesar da reabilitação das ruas, limpezas das valas de drenagem e recolha de sucatas é importante que os moradores preservem os trabalhos feitos, colocando o lixo nos locais adequado e evitar a lavagem de viatura na via pública “, disse o administrador distrital, Lobato Neto.

O administrador promete mais rigorosidade dos órgãos de fiscalização em punir, no âmbito da Lei Quadro das Transgressões Administrativas, aos citadinos por negligência e outros factores, tendo citado a venda de produtos diversos e lavagem de viaturas em locais impróprios e estacionamento em passeios.

De acordo com o responsável, pretende-se tornar Luanda bonita e digna do nome que ostenta transformando-a no espelho do país. “ Daqui para frente continuaremos a intervir para termos um distrito apresentável.

O distrito da Ingombota tem 13 km² e cerca de 400 mil habitantes e é limitado a Oeste com o Oceano Atlântico, a Norte com o distrito do Sambizanga, a Este o Rangel e a Sul com a Maianga.

O distrito é composto pelos bairros da Ingombota (sede), Maculusso, Patrice Lumumba, Ilha do Cabo e Kinanga e diariamente em dias úteis circulam mais de dois milhões de cidadãos para trabalhar e a procura de outros serviços.

Na chamada zona baixa da cidade de Luanda esta localizado o maior centro político e administrativo do país. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA