Líder da igreja Tocoista garante contínua parceria com o Estado

Bispo da Igreja Tocoista, Dom Afonso Nunes (Foto: António Lourenço)
Bispo da Igreja Tocoista, Dom Afonso Nunes (Foto: António Lourenço)
Bispo da Igreja Tocoista, Dom Afonso Nunes (Foto: António Lourenço)

O bispo da Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo no Mundo, Afonso Nunes, disse hoje, quinta-feira, em Luanda, esperar que o Chefe de Estado angolano, José Eduardo dos Santos, possa fazer menção a área religiosa, para que a igreja continue a ser um vector da paz e da unidade nacional.

O líder da igreja Tocoista fez esta afirmação no Palácio dos Congressos, momentos antes da abertura da 4ª Sessão Legislativa da 3ª Legislatura da Assembleia Nacional, na sua mensagem sobre o estado da nação, imperativo do artigo 118º da Constituição.

Frisou que a igreja continua a ser um parceiro importante e imprescindível do Estado, particularmente neste momento que a reconciliação é o elemento basilar “para que a paz possa ser um facto real onde a justiça vai imperar”.

Dom Afonso Nunes disse que a expectativa em torno do discurso neste momento é tanta, tendo em conta o carácter da mensagem que o Presidente vai proferir.

“Porque vai transmitir ao povo angolano esperança, de que ainda existe um sonho, é preciso continuarmos a acreditar naquilo que tem sido a luta do dia-a-dia e da programação que tem sido feita para a melhoria de vida dos angolanos”, disse.

Acrescentou que a igreja vai jogar o papel que sempre jogou no tempo mais difícil para encorajar os angolanos a caminhar e a enfrentar o futuro com honestidade. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA