Líbia chega a acordo sobre governo de unidade nacional

(AFP)
(AFP)
(AFP)

O enviado das Nações Unidas para a Líbia, Bernardino León, anunciou nesta sexta-feira a formação de um governo líbio de unidade nacional, presidido por Fayez el Sarraj e com três vice-primeiros-ministros: Ahmad Meitig, Fathi el Mejbri e Musa el Koni.

“Após um ano de esforços neste processo envolvendo mais de 150 personalidades líbias, representando todas as regiões, finalmente chegou o momento de poder propor a formação de um governo de unidade nacional”, disse León em entrevista colectiva realizada em Skhirat, no Marrocos, onde ocorrem as negociações.

A proposta inclui vários candidatos a ministros e a postos-chave, como o Conselho de Estado, que seria entregue a Abderrahman Swehli, e o Conselho de Segurança Nacional, que caberia a Fathi Bashagha.

“Muitos líbios perderam a vida e muitas mães sofreram. Actualmente, quase 2,4 milhões de líbios precisam de ajuda humanitária”, assinalou o enviado da ONU para a Líbia.

“Estamos convencidos de que (a composição deste governo) pode funcionar (…). Os líbios devem aproveitar esta oportunidade histórica para salvar o país”.

Quase quatro anos após a queda do regime de Muammar Kadhafi, a Líbia segue atolada no caos, com dois parlamentos e dois governos: o Congresso Geral Nacional (CGN), controlado pela coligação de milícias Fajr Libya, com sede em Trípoli, e o Parlamento em Tobruk, reconhecido pela comunidade internacional. (afp.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA