Iraque diz ter atacado comboio de líder do “Estado Islâmico”

(AP)
(AP)
(AP)

O auto-proclamado “califa” do grupo extremista teria sido alvo de ataque aéreo próximo à fronteira iraquiana com a Síria. Reunião de líderes da organização também teria sido atacada.

Forças de segurança iraquianas afirmaram neste domingo (11/10) que atingiram um comboio que transportava o líder do “Estado Islâmico” (EI), em um ataque aéreo próximo à fronteira com a Síria.

“A Força Aérea iraquiana realizou com êxito uma operação heróica que tinha como alvo o comboio do terrorista criminoso Abu Bakr al-Baghdadi”, dizia um comunicado conjunto das forças de segurança. “Seu estado de saúde é desconhecido”, informaram os militares, acrescentando que o líder do EI teria sido “transportado por um veículo” após o ataque.

Os militares iraquianos informaram que o comboio se dirigia a Karabla, a cinco quilómetros da fronteira com a Síria, “para uma reunião dos líderes terroristas do Daesh” [designação árabe do “Estado Islâmico”].

“O local do encontro também foi bombardeado e muitos desses líderes foram mortos ou feridos”, dizia o comunicado, acrescentando que os nomes seriam divulgados mais tarde.

Um porta-voz do Ministério iraquiano do Interior informou que o ataque, realizado no sábado, ocorreu através da colaboração entre os serviços de inteligência do Iraque e do centro de operações conjuntas, que conta com consultores militares da coligação internacional liderada pelos Estados Unidos.

Os militares iraquianos já haviam anunciado em outras ocasiões que al-Baghdadi teria sido ferido ou morto em ataques, mas as alegações nunca foram confirmadas ou tiveram que ser negadas posteriormente.  (dw.de)

RC/afp/ap

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA