Irão participa em cimeira sobre conflito sírio

(Euronews)
(Euronews)
(Euronews)

O secretário de estado norte-americano, John Kerry, reuniu-se esta quinta-feira em Viena com representantes diplomáticos de vários países que participam na cimeira prevista para esta sexta-feira e dedicada à Síria.

O encontro, na capital austríaca, conta com a presença inédita do chefe da diplomacia iraniana, Javad Zarif, que, em conjunto com a Rússia, defende uma solução que inclua o presidente Bashar Al-Assad.

“Nós defendemos que uma solução para a Síria deve basear-se num princípio que seja aceitável para todas as partes no que diz respeito à interferência em questões internas, à luta contra o terrorismo, respeito pelo governo da Síria e respeito pelo direito dos sírios de escolherem o seu próprio destino”, afirmou o chefe da diplomacia iraniana à sua chegada a Viena.

Os Estados Unidos, países ocidentais, Turquia e Arábia Saudita defendem o afastamento de Bashar Al-Assad do poder. Do outro lado, Irão e Rússia afirmam que uma solução deverá incluir Assad.

A chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini, afirma que o facto do Irão estar presente nesta cimeira é um passo em frente.

“Acredito que se trata de um compromisso relevante, o empenho de todos em estarem aqui presentes. Creio que se trata de um bom ponto de partida. Há uma semana era difícil prevêr isto”, disse a representante da UE.

O envolvimento da Rússia no conflito sírio veio reforçar o poder de Dâmasco que conta ainda com apoio militar do Irão.

A campanha aérea levada a cabo por Moscovo teria alegadamente como objetivo atingir forças do grupo Estado Islâmico. No entanto, a maior parte das ofensivas aéreas russas atingiu grupos opostos a Assad e aliados de Washington. (euronews.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA