III Cimeira Índia/África: Angola vai beneficiar com parceria

Arcanjo do Nascimento, embaixador de Angola junto da União africana (Foto: Pedro Parente/Arquivo)
Arcanjo do Nascimento, embaixador de Angola junto da União africana (Foto: Pedro Parente/Arquivo)
Arcanjo do Nascimento, embaixador de Angola junto da União africana (Foto: Pedro Parente/Arquivo)

O embaixador angolano junto da União Africana, Arcanjo do Nascimento, afirmou hoje, em Nova Deli, que Angola vai, certamente, beneficiar de alguns projectos no âmbito da parceria Índia/África.

Além de reforçar as relações bilaterais, o quadro definido é muito mais amplo, “será o continente, no seu todo, e a Índia, afirmou o diplomata, à imprensa, antes do início da Reunião de Altos Funcionários, que decorre no Indira Gandhi Stadium, na capital indiana.

Este encontro técnico, no qual a delegação angolana é chefiada pelo director da África e Oceania do Ministério das Relações Exteriores, Samuel Andrade da Cunha, antecede a reunião ministerial (terça-feira) e a III Cimeira de Chefes de Estado e de Governos (quinta-feira).

De acordo com Arcanjo do Nascimento, a ideia é reforçar a parceria com a Índia numa perspectiva mais alargada, não bilateral mas multilateral, pelo que se torna importante um envolvimento das instituições continentais, “na cooperação com os países mais importantes do mundo, no caso particular a Índia”.

Neste quadro, Angola se vai juntar aos outros estados africanos para se ver em que termos esta cooperação deve ser reforçada, declarou.

Contrariamente à presente cimeira, nas reuniões que tiveram lugar igualmente em Nova Deli e depois em Addis Abeba, África não esteve representada no seu todo, tendo se cingido ao âmbito da chamada fórmula de Banjul, recordou.

Explicou que naquelas ocasiões participaram apenas os membros do Comité de Cooperação Multilateral da União Africana e os representantes das regiões económicas do continente.

Na III Cimeira de Chefes de Estado e de Governos Índia/África Angola vai ser representada pelo Vice-Presidente da República, Manuel Domingos Vicente.

Em Nova Deli já se encontra o chefe da diplomacia angolana, Georges Chikoti, além da equipa de peritos. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA