III Cimeira Índia-África: Estado da mulher e da juventude no continente preocupam Angola

Georges Chikoti, Ministro das relações exteriores (Foto: Pedro Parente/Arquivo)
Georges Chikoti, Ministro das relações exteriores (Foto: Pedro Parente/Arquivo)
Georges Chikoti, Ministro das relações exteriores (Foto: Pedro Parente/Arquivo)

Angola continua preocupada com a “deterioração e o estado inaceitável da mulher e da juventude africana ao enfrentar níveis crescentes de desemprego, pobreza, conflitos armados e doenças prevalecentes”.

A inquietação do Executivo angolano foi expressa hoje, em Nova Deli, pelo ministro das Relações Exteriores, Georges Chikoti, durante a abertura da reunião ministerial, inserida na III Cimeira Índia-África, que acontece quinta-feira.

O ministro disse que também preocupa a Angola o analfabetismo funcional e abuso de substâncias nefastas à saúde humana, entre outros desafios sociais e económicos, apesar dos avanços globais em diversas áreas do desenvolvimento.

Nesta conformidade sublinhou que o Estado angolano considera importante a satisfação, com urgência, do acesso à educação de qualidade para todos, ao desenvolvimento de competências e capacidades, aos cuidados de saúde acessível e às fontes modernas de energias limpas.

De igual modo acha necessário o acesso às infra-estruturas, às oportunidades de emprego adequadas, através do desenvolvimento de todos os sectores da economia, incluindo a agricultura e a indústria, os serviços, a mitigação das alterações climáticas e a redução do risco das calamidades.

Tudo isso leva Angola a apoiar a parceria estratégica entre África e a Índia , representando uma cooperação sul-sul multidimensional que deve ser fortalecida para torna-la mais eficaz nos domínios da paz e segurança, da agricultura da saúde, do emprego e da assistência social, declarou.

Na mesma perspectiva espera-se maior eficácia no comércio, indústria , educação e formação de quadros, dos recursos marinhos e da economia azul, pelo que Angola deseja que a presente cimeira alcance entendimentos neste sentido, afirmou Georges Chikoti.

O governante declarou que está certo de que os documentos propostos para adopção nesta cimeira contenham as aspirações profundas entre a Índia e o continente africano .

A delegação angolana à III Cimeira Índia-África será encabeçada pelo Vice-Presidente da República, Manuel Domingos Vicente, e é integrada por, além do chefe da diplomacia, pelos ministros da Agricultura, Afonso Pedro Canga e das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, Carvalho da Rocha. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA