Huíla: Mãe mata três filhos e suicida-se no município de Chipindo

PROTECÇAO CIVIL RESGATE DE CORPOS (Foto: Angop)

Lubango- Uma jovem, de 28 anos de idade, com identidade não revelada, assassinou, na pretérita semana, três dos seus quatro filhos por afogamento, no município de Chipindo, a 456 quilômetros a leste da cidade do Lubango, província da Huíla.

PROTECÇAO CIVIL RESGATE DE CORPOS (Foto: Angop)
PROTECÇAO CIVIL RESGATE DE CORPOS (Foto: Angop)

Em declarações à Angop, no habitual balanço semanal, o porta-voz da Polícia Nacional, superintendente chefe Paiva Tomás, disse que o caso se destaca dentre os 75 crimes notificados nos últimos sete dias, que inclui ofensas corporais graves, violações, tentativa de homicídio, furtos e roubos.

Paiva Tomás esclareceu que o facto aconteceu quando a mãe se deslocou à lavra e ao longo do caminho decidiu vendar os olhos dos três filhos com um pano e atirou-os no rio.

Depois de jogar as crianças, de três, cinco e sete anos de idade, a infanticida atirou-se também ao rio, onde também acabou por morrer.

Segundo Paiva Tomás, este é o primeiro caso do gênero na região e está a ser investigado pelas autoridades policiais, na perspectiva de se apurar os reais motivos que levaram a cidadã a cometer o infanticídio.

Entretanto, o Comando da Polícia Nacional na Huíla deteve, na última semana, 65 cidadãos acusados por diverosos crimes.

O município de Chipindo tem uma população estimada em 61 mil  e 385 habitantes, na sua maioria dedica-se à agricultura e pesca artesanal. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA