Huíla: Empresários com propostas de negócio acima dos 30 milhões de dólares

Norberto Garcia - Director da Unidade Técnica para o investimento Privado (Foto: Francisco Miúdo)
Norberto Garcia - Director da Unidade Técnica para o investimento Privado (Foto: Francisco Miúdo)
Norberto Garcia – Director da Unidade Técnica para o investimento Privado (Foto: Francisco Miúdo)

Empresários nacionais e estrangeiros apresentaram, sexta-feira, à Unidade Técnica para Investimentos Privados (UTIP sete projetos nas áreas da agro-indústria, turismo, energia, entre outros sectores, orçados em mais de 30 milhões de dólares, no primeiro dia do Fórum Invest/Huíla, que decorre na cidade do Lubango.

Em declarações à Angop, no âmbito dos investimentos apresentados no fórum, o director da UTIP, Norberto Garcia, disse que as propostas serão analisadas nos próximos dias.

“Tivemos três reuniões nas quais obtivemos propostas de projectos nos domínios da agricultura, indústria, mineração, pesca e outros ramos, por isso, acredito que até ao fim deste fórum serão produzidos resultados satisfatórios, em termos de parcerias público-privadas”, realçou.

O responsável que dissertou no tema “O papel da Unidade Técnica para Investimentos Privados”, no quadro do I Fórum de Negócios e Oportunidades de Investimentos da Huíla, que encerra sábado, enalteceu a iniciativa que acontece num momento delicado da economia do país, devido a baixa do preço do barril petróleo no mercado internacional.

Considerou, no entanto, importante que os empresários nacionais estabeleçam parcerias com investidores da Nigéria, Benin, Espanha, Itália África do Sul e Portugal, presentes no fórum, na perspectiva de incrementarem os seus negócios.

Um dos propósitos da UTIP, recordou, é apoiar tecnicamente o Titular do Poder Executivo, em matéria de investimento privado, assim como assegurar a recepção dos projectos, negociar os contratos e acompanhar a sua efectiva implementação.

Acrescentou ainda que a UTIP foi orientada pelo Executivo no sentido de incentivar os empresários a concluírem os projectos em curso e pendentes, de forma a que outros programas sejam executados também.

No fórum estão a ser abordados temas em torno do enquadramento jurídico, cooperação internacional e facilitação de negócios, assim como a demonstração das potencialidades económica da província da Huíla.

O Invest Huíla é uma unidade ad-hoc do Governo da Huíla, inserida no Gabinete de Estudos, Planeamento e Estatística encarregue da promoção, atracção e divulgação do potencial económico e social da região, com vista a mobilização de investimentos públicos e privados. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA