Huambo: Valores da identidade africana estão em risco de desaparecimento

DOM FRANCISCO VITI, ARCEBISPO EMERITO DO HUAMBO (Foto: VALENTINO YEQUENHA)
DOM FRANCISCO VITI, ARCEBISPO EMERITO DO HUAMBO (Foto: VALENTINO YEQUENHA)
DOM FRANCISCO VITI, ARCEBISPO EMERITO DO HUAMBO (Foto: VALENTINO YEQUENHA)

Os valores fundamentais da identidade africana estão em risco de desaparecimento, fruto da invasão que a África está a sofrer de povos provenientes de outros continentes, trazendo consigo as suas culturas.

O facto foi expresso hoje, quinta-feira, na província do Huambo, pelo arcebispo emérito da igreja católica nesta região, dom Francisco Viti.

Discursando num encontro promovido pelas organizações locais da sociedade civil, o mesmo apelou a necessidade dos governos africanos criarem política concretas que visam preservar a identidade dos povos deste continente.

Disse que entre os valores mais ameaçados estão os hábitos e costumes, assim como as línguas dos povos africanos.

“Precisamos estar decididos a defender a nossa identidade, que não pode ser trocada por nada, para que possamos nos orgulhar de sermos africanos. Vamos defender as nossas liberdades fundamentais e a responsabilidade de acolher os outros”, manifestou. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA