Hayatou descarta candidatura à presidência da FIFA

CAMARONÊS ISSA HAYATOU - PRESIDENTE INTERINO DA FIF (Foto: Angop)

Suíça – O camaronês Issa Hayatou, presidente interino da FIFA após a suspensão por 90 dias ao suíço Joseph Blatter, rejeitou a hipótese de ser candidato às eleições para a presidência, a 26 de Fevereiro do próximo ano.

CAMARONÊS ISSA HAYATOU - PRESIDENTE INTERINO DA FIF (Foto: Angop)
CAMARONÊS ISSA HAYATOU – PRESIDENTE INTERINO DA FIF (Foto: Angop)

“Hoje, devido a circunstâncias extraordinárias, assumi a presidência da FIFA, ao abrigo do artigo 32.º dos estatutos. Exercerei o cargo interinamente. Um novo presidente será eleito em congresso extraordinário a 26 de Fevereiro de 2016. Eu não serei candidato a esse lugar”, salientou Issa Hayatou, em comunicado.

Na mesma nota, o dirigente camaronês promete dedicar “os maiores esforços ao organismo, as federações membro, aos empregados, aos patrocinadores e aos adeptos de futebol em qualquer lugar”.

“A FIFA mantém o compromisso no processo de reformas, que é crítico para recuperar a confiança pública. Continuaremos a colaborar com as autoridades e prosseguiremos com a investigação interna até onde ela nos levar”, adiantou.

Joseph Blatter e o presidente da UEFA, Michel Platini, foram suspensos provisoriamente quinta-feira por 90 dias pelo Comité de Ética do organismo que rege o futebol mundial.

Blatter e Platini, este último candidato a suceder ao suíço na presidência da FIFA, nas eleições de 2016, foram suspensos em consequência da sua implicação no escândalo de corrupção que atingiu a instituição.

O secretário-geral da FIFA, o francês Jérôme Valcke, também foi suspenso provisoriamente por 90 dias, e o sul-coreano Chung Mong-Joon, que igualmente já assumiu a candidatura à sucessão de Blatter na presidência do organismo, foi suspenso por seis anos. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA