Havard seleciona projeto de games criado por aluno da rede estadual

HARVARD CHEATING CHANGES
HARVARD CHEATING CHANGES
HARVARD CHEATING CHANGES

Estudante está entre os 15 jovens selecionados em todo o Brasil

Ainda no Ensino Médio, Davi Queiroz Rodrigues acaba de dar o primeiro passo da carreira. Aluno da E.E. Altina Moraes Sampaio, em Araçatuba, o jovem é um dos 15 selecionados no Brasil para o projeto de mentoria online da Universidade de Harvard, nos EUA. Durante 12 meses, Davi participará de oficinas e especialistas da instituição darão orientações em seu projeto de desenvolvimento de games.
Ao lado de quatro outros alunos da unidade de tempo integral, Davi é autor do “Altina”. O jogo virtual leva o mesmo nome da escola porque foi criado na sala de informática e utiliza a planta do prédio como cenário da aventura. A invenção rendeu ao grupo um convite para a feira no Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium.
 A proposta do programa de monitoria Brasilitas, liderado por estudantes brasileiros que já estudam em Harvard, é encontrar jovens inovadores das redes públicas. Os selecionados – do 9º ano do Ensino Fundamental à 2ª série do Médio – receberão dicas acadêmicas e profissionais.
“Nas escolas de tempo integral os alunos são incentivados desde a primeira semana de aula a traçar o seu projeto de vida. O do Davi é programar games. A experiência com os estudantes de Harvard vai ampliar esse horizonte e também pode contribuir no aprendizado de outros jovens da escola”, explica Sueli Bonfietti, dirigente de ensino de Araçatuba.  (saopauloglobal.sp.gov.br)
 
Secretaria da Educação do Estado de São Paulo

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA