Grécia: Luz verde para a austeridade (vídeo)

(Euronews)
(Euronews)
(Euronews)

O parlamento grego aprovou esta quarta-feira a moção de confiança para o primeiro-ministro helénico Alexis Tsipras e o seu governo encetarem importantes reformas prometidas aos credores em troca de auxílio financeiro.

A coligação entre o Syriza de Tsipras e a direita nacionalista dos Gregos Independentes, de Panos Kammenos, não contou com qualquer dissidência e recebeu a confiança parlamentar com 155 deputados em 300. Houve apenas uma abstenção.

“A esquerda e os progressistas jogam um papel significativo, não a apontarem os problemas, não a colocarem-se à margem e a observar e a falar sobre dificuldades, de que o fim do mundo está a chegar, mas a mudar as coisas ao permanecerem na linha da frente da batalha”, declarou Tsipras no Parlamento.

O líder da oposição, Evangelos Meimarakis, do Nova Democracia, prevê o pior e acusou Alexis Tsipras de ter agravado a situação do país e consequentemente a austeridade.
“A verdade, infelizmente, é que os perigos aproximam-se e eles foram criados pela sua primeira administração. A verdade para o povo grego é que um inverno muito rigoroso o espera, talvez o mais rigoroso pelo qual vão alguma vez passar”, afirmou Meimarakis.

O primeiro bloco de 48 reformas tem que se transformado em lei antes de 15 de outubro de forma a desbloquear a primeira fatia de 2,2 mil milhões de euros do resgate de 86 mil milhões, o terceiro da Grécia desde 2010.

O correspondente da Euronews, Stamatis Giannisis, explica que “o novo governo grego pode ter ganho facilmente a batalha no parlamento, mas os verdadeiros desafios afiguram-se no horizonte de Alexis Tsipras e os seus ministros, pois enfrentam um calendário muito apertado para cumprir o que prometeram aos credores em julho”. (euronews.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA