Governador incentiva a criatividade para ultrapassar dificuldades

Henrique André Júnior - Governador do Cuanza Norte (Foto: ANGOP- Kwanza - Norte)
Henrique André Júnior - Governador do Cuanza Norte (Foto: ANGOP- Kwanza - Norte)
Henrique André Júnior – Governador do Cuanza Norte (Foto: ANGOP- Kwanza – Norte)

O governador do Cuanza Norte, André Júnior, incentivou quinta-feira, em Luanda, os angolanos a empenharem-se de forma criativa para encontrar caminhos tendentes a ultrapassar a crise vigente no país, por via da execução dos projectos existentes.

André Júnior falava à imprensa após a cerimónia solene de abertura da 4ª Sessão Legislativa da 3ª Legislatura da Assembleia Nacional, marcada pela mensagem à Nação do Chefe de Estado angolano, José Eduardo dos Santos, lida pelo vice-presidente da República, Manuel Domingos Vicente.

Reagindo a mensagem, o governador afirmou ter sido rica em termos de conteúdo, tendo ressaltado o facto de o Titular do Poder Executivo ter feito uma avaliação objectiva da situação política do país, a qual considerou estável.

“A mensagem foi bastante rica e acho que ela deve ser interiorizada por todos angolanos, sobretudo pelos jovens que, imbuídos num sentimento de imediatismo na solução dos seus problemas, aceitam e fazem eco das vozes que tentam distorcer a realidade de Angola”, disse.

O governador chamou a atenção aos angolanos amantes da paz no sentido de estarem atentos a manobras de alguns sectores, que tentam comprometer a estabilidade e lançar o país numa onda de violência, destruição e guerra.

André Júnior acrescentou que todos os programas concebidos pelo governo, assim como os sonhos dos angolanos, só poderão ser realizados se a paz continuar a se consolidar dentro da diversidade que caracteriza os estados democráticos.

“Estamos convictos de que Angola vai vencer as dificuldades que o país enfrenta, porque os angolanos vão continuar a trabalhar em paz”, frisou.

O acto solene que deu início ao penúltimo mandato dos 220 deputados à Assembleia Nacional (MPLA, UNUTA, CASA-CE, PRS e da FNLA) emanado das Eleições Gerais de 2012, foi assistido por distintas individualidades nacionais e estrangeiras. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA