Futebol: Palancas recebem “Bafanas” sem pressão

Angola-África do Sul (Foto: Angop/Arquivo)
Angola-África do Sul (Foto: Angop/Arquivo)
Angola-África do Sul (Foto: Angop/Arquivo)

A selecção nacional de futebol defronta sábado, no estádio 11 de Novembro, em Luanda, a sua congénere da África do Sul, na última eliminatória de acesso ao CHAN2016, a decorrer no Rwanda, com vantagem de dois golos.

A precisar apenas de um empate, tendo em conta a vitória por 2-0 no terreno do adversário, na primeira mão, os Palancas Negras têm oportunidade de regressar a uma competição em que já foram finalistas (2011), tendo perdido na final diante da Tunísia.

No entanto, Angola até pode perder e ainda assim se qualificar para fase final da competição, desde que seja apenas pela diferença de um golo.

Independentemente deste factor, a selecção nacional deverá jogar para vencer, para não ser surpreendida por um adversário cujo campeonato interno é dos mais competitivos de África.

Os médios Pirolito e Manucho Dinis estão indisponíveis, sendo o primeiro por lesão e o segundo por acumulação de cartões, e Buá foi convocado para colmatar as vagas.

A África do Sul, de acordo com a imprensa sul-africana, vem a Luanda na máxima força, embora com um plantel jovem, tendo em conta a renovação que decorre nos “Bafana Bafana”, denominação da sua selecção.

A jogar em casa os angolanos são favoritos, apesar da desvantagem no ranking da FIFA, onde os angolanos se posicionam na 97ª posição (353 pontos) e os sul-africanos na 73ª (465 pontos).

O público poderá ser determinante para uma boa exibição dos Palancas Negras e consequentemente a qualificação para fase final da prova.

Na primeira mão Angola venceu por 2-0, com golos de Mateus Galiano e Ary Papel. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA