Exército nigeriano afirma ter libertado 330 reféns do grupo Boko Haram

(Euronews)
(Euronews)
(Euronews)

O exército nigeriano afirma ter libertado mais de 330 reféns às mãos do grupo islamita Boko Haram.

Os militares tinham lançado esta manhã uma operação na floresta de Sambisa, o bastião do grupo armado, integrada da intervenção militar internacional que dura há vários meses na região.

Entre os reféns encontram-se 192 crianças e 138 mulheres. Os militares afirmam também ter morto 30 membros do grupo, durante os combates nas aldeias de Bulajilin e Manawashe.

Os militares afirmam preparar o “assalto final” contra o grupo, quando o novo presidente Muhammadu Buhari, prometeu pôr fim à insurreição armada até ao final do ano.

Uma meta difícil de alcançar quando o grupo sequestrou mais duas mil pessoas desde janeiro, multiplicando os atentados e ataques que provocaram 1420 vítimas, desde a eleição do novo chefe de estado, em maio.

No vizinho Níger, 13 pessoas foram degoladas, no sudeste do país, durante um ataque atribuído aos combatentes do grupo islamita, em represália contra o apoio do país à operação militar nigeriana. (euronews.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA