EUA vai entregar mais armas aos rebeldes sírios

(Foto de Frederic Wallois/AFP/Arquivos)
(Foto de Frederic Wallois/AFP/Arquivos)
(Foto de Frederic Wallois/AFP/Arquivos)

Os Estados Unidos vão ampliar a entrega de armas aos rebeldes sírios que lutam contra o grupo jihadista Estado Islâmico (EI) no norte do país, revelou um funcionário americano nesta quinta-feira.

O funcionário, que pediu para não ser identificado, disse à AFP que o Pentágono está pronto para aumentar a entrega de armas e munições para os rebeldes que provem o combatem ao EI.

“Haverá mais entregas, mas apenas para quem provar que efectivamente enfrenta o EI”.

“De acordo com os resultados, os pacotes ficarão maiores e os bombardeamentos aéreos americanos ocorrerão em zonas de interesse para suas operações”.

“Se fracassarem (…), se (as armas) caírem nas mãos erradas, vamos suspender o fornecimento para estes grupos em particular”.

A coligação internacional liderada pelos Estados Unidos lançou no domingo de para-quedas 50 toneladas de armas e munições no norte da Síria para os rebeldes que combatem o grupo Estado Islâmico.

Segundo o Pentágono, o último lote de armas e munições foi para um grupo chamado Coligação Árabe Síria (SAC), que combate o Estado Islâmico há meses no norte do país, especialmente na cidade de Raqqa.

O funcionário disse que o Pentágono acredita que as armas e munições estão efectivamente com a SAC, descartando que tenham caído nas mãos de grupos curdos. (afp.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA