EUA: Angola e Venezuela traçam estratégias para reforço da cooperação bilateral

George Chikoti (Foto: Angop)

Nova Iorque – Os responsáveis das diplomacias angolana, George Chikoti, e venezuelana, Delcy Rodriguez, discutiram quarta-feira (30), em Nova Iorque, mecanismos para o reforço da cooperação bilateral.

George Chikoti (Foto: Angop)
George Chikoti (Foto: Angop)

No final do encontro, que teve lugar à margem dos trabalhos da 70ª Sessão de Debates da Assembleia Geral das Nações Unidas, Delcy Rodriguez, disse à imprensa angolana que, para o seu país, “a cooperação sul-sul é de extraordinária importância”.

Referiu ainda que a cooperação com Angola está no bom caminho, daí que os dois países vão seguir trabalhando para a fortalecer cada vez mais.

“Convidamos o ministro Chikoti para visitar o nosso país e muito em breve poderei também visitar Angola, porque decidimos a troca de visitas ao mais alto nível para construir uma agenda da cooperação sul-sul, que é a agenda da cooperação dos povos”, acrescentou.

De igual modo, explicou Delcy Rodrigue que a mesma serviu para passar em revista os assuntos que estiveram em debate durante a reunião do Conselho de Segurança da ONU, que visou a análise da situação de segurança no Norte de África e Médio Oriente.

“Compartilhamos também estes assuntos abordados no Conselho, sobretudo a análise dos grupos criminosos que engendram violência no Norte de África e Médio Oriente, bem como a forma cega como o Ocidente caminha, desconhecendo a vontade dos povos e interferindo nos assuntos internos dos estados”, referiu.

Porque, acrescentou, “basta a recusa, por parte de algum governo que não são complacentes às suas acções, eles activam o terrorismo para intervir no estado”.

De acordo com a chefe da diplomacia venezuelana, o terrorismo transformou-se em um modo ou uma forma não convencional de intervenção, violentando todo o sistema e a Carta das Nações Unidas.

No quadro ainda das acções diplomáticas de Angola, à margem dos trabalhos da 70 ª Sessão da Assembleia Geral das Nações Unidas, o ministro das Relações Exteriores de Angola encontrou-se com os seus homólogos da República da Coreia, Yun Byung-se, e do Chipre, Ioannis Kasoulides. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA