Escombro do ex-comissariado do Cunene poderá ser classificado como património histórico

(Foto: Jorge Monteiro/Portal de Angola)
(Foto: Jorge Monteiro/Portal de Angola)
(Foto: Jorge Monteiro/Portal de Angola)

Os escombros do ex-comissariado da província do Cunene, destruído em 1981 pelo exército sul-africano, poderá ser classificado como património cultural nacional, informou hoje, quarta-feira, em Ondjiva, o director da Cultura, Celestino Vicente.

Em declaração à Angop, o responsável informou que foi remetido este ano a proposta do projecto da sua classificação ao Ministério da cultura, com vista a sua conservação, protecção e valorização.

Celestino Vicente sublinhou que o espaço representa a história das populações do Cunene e do país no geral, pois constitui um marco da resistência e ocupação das forças estrangeiras de parte do território angolana.

O edifício de três andares que albergava a sede do Governo Provincial do Cunene foi dinamitado pelos sul-africanos durante a ocupação da localidade, mantendo-se, até a presente data, em escombros, como forma de mostrar as novas gerações a história e o resultado da invasão do território nacional pelas tropas da África do Sul. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA