Embaixada de Angola em Espanha ocupa posição cimeira na comunicação estratégica

Victor da Fonseca Lima, embaixador da República de Angola no Reino da Espanha (Foto: Angop/Arquivo)
Victor da Fonseca Lima, embaixador da República de Angola no Reino da Espanha (Foto: Angop/Arquivo)
Victor da Fonseca Lima, embaixador da República de Angola no Reino da Espanha (Foto: Angop/Arquivo)

Um estudo publicado na capital espanhola destaca a Embaixada de Angola como a do único país africano que desenvolve uma “comunicação estratégica” no seu sítio na Internet.

Denominado “Estudo sobre a comunicação online das delegações internacionais em Espanha através das suas embaixadas e consulados”, o estudo é de autoria da Associação de Comunicação Política (ACOP).

Para chegar àquela conclusão, a ACOP estudou ao pormenor o sítio na Internet da Embaixada de Angola em Espanha, no qual a representação diplomática angolana disponibiliza uma informação actual sobre a realidade política, económica, social e cultural do país africano.

De acordo com o estudo, os países africanos contam com uma considerável presença diplomática em Espanha, com mais de 80 porcento de representações do total dos seus Estados.

Por desenvolver uma “comunicação estratégica”, a embaixada angolana ostenta a classificação de cinco estrelas, o que torna Angola no único país de toda África que desenvolve a “Marca País” em Espanha, e que conta com uma alta classificação, segundo o estudo.

Os autores do documento definem “Marca País” como o desenvolvimento de uma política de comunicação institucional a nível estatal, que optimize a utilzação dos factores diferenciais, naturais ou artificiais, com o objectivo de melhorar o posicionamento dos produtos e serviços do país nas distintas regiões do mundo.

Esse tipo de serviço tem como objectivo conseguir que os diferentes públicos associem certos produtos, lugares, imagens e serviços com um determinado país, já que muitas vezes se valorizam, mas sem se saber a que lugar pertencem. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA