Dia Nacional da Cultura em Cabo Verde

Mario Lúcio, ministro de la Cultura de Cabo Verde, que assinala este 18 de outubro dia nacional da cultura (WOMEX)
Mario Lúcio, ministro de la Cultura de Cabo Verde, que assinala este 18 de outubro dia nacional da cultura (WOMEX)
Mario Lúcio, ministro de la Cultura de Cabo Verde, que assinala este 18 de outubro dia nacional da cultura
(WOMEX)

Comemorações do Dia Nacional da Cultura e das Comunidades, são assinaladas, este domingo, 18 de outubro, em Cabo Verde, com debates, concertos de música e conferências, em Cabo Verde.

Na realidade as festividades deste Dia Nacional da Cultural e das Comunidades, começaram desde sexta-feira, com várias actividades culturais, musicais e pinturas, destacando a primeira conferência Nacional «Diálogos pela Cultura».

Com estes Diálogos pela Cultura, pretendeu-se discutir a fundo a cultura cabo-verdiana, numa iniciativa do ministério da Cultura, na capital, Praia, mas também,noutros pontos do Arquipélago, designadamente, na Cidade do Mindelo.

Personalidades do mundo da cultura, da música, literatura e artes plásticas, desdobraram-se em debates, conferências, concertos e exposições, em torno das das artes, da cultura, religião liberdade, economia, cultura do outro e a identidade caboverdiana.

O minisro da cultura, Mário Lúcio, artista multifacetado enquanto músico, escritor, poeta e dramaturgo, foi uma das personalidades centrais deste Dia Nacional da Cultura e das Comunidades, pensa que a cultura tem de estar no centro do desenvolvimento do país:

“Eu acho que uma ds coisas que conseguimos foi colocar a cultura no centro do desenvolvimento do país. Isto é uma realidade e muitas vezes quando falamos da cultura, há uma confusão com a gestão cultural; dizem, ‘sim, mas você não tem orçamento”.

“Mas isso é o mínimo: a cultura é feita pelo povo, pela sociedade civil e vejamos a dinâmica que existe, sublinhou Mário Lúcio, ministro da cultura de Cabo Verde.

A conferência central deste Dia da Cultura Nacional, teve segundo o nosso correspondente, em Cabo Verde, Odair Santos, o propósito de criar espaços de contatos, com a sua dupla direção: dialogar através da Cultura – tornar a Cultura um espaço e um mediador para as mais diversas visões, opiniões, colaborações e convivências. (rfi.fr)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA