Dia Mundial da música foi celebrado na cadeia

(Foto: Afonso Costa | Namibe)

Artistas de kuduro e rap da província do Namibe celebraram terça-feira, nesta cidade, o Dia Mundial da Música, que hoje se assinala, com os reclusos da Comarca, numa acção promovida pela direcção da Cultura.

(Foto: Afonso Costa | Namibe)
(Foto: Afonso Costa | Namibe)

Além da actuação, os músicos assinalaram detidos jovens com talento artístico.

A directora da Cultura, Iracema Major, referiu que a música é a arte de combinar harmoniosamente vários sons com recurso a regras definidas num determinado contexto.

“Escolhemos o kuduro e o rap porque pretendemos identificar as potencialidades artísticas nestes estilos musicais, do ponto de vista educacional e metodológico, para que possamos prestar apoio, criando uma política de superação, formação e integração dos artistas”.

Iracema Major pediu à população penal que apresentasse o melhor de si, tal como aos músicos que partilharam aqueles momentos com os reclusos, referindo que os melhores irão fazer parte de um festival a acontecer por ocasião do 40.º aniversário da Independência Nacional.

Pedro Fernandes Totó, director provincial dos Serviços Prisionais no Namibe, agradeceu à direcção da Cultura por ter escolhido aquele centro de reeducação penal para celebrar a data.

O responsável penitenciário disse que os reclusos, a cumprir pena por várias razões, não ficam abandonados ou esquecidos pela sociedade. “O recluso está a cumprir apenas um período de reeducação e amanhã volta à sociedade para dar o seu contributo à sua família e pátria”, esclareceu aquele responsável dos serviços prisionais.

O Dia Mundial da Música comemora-se anualmente a 1 de Outubro. A data foi instituída em 1975 pelo International Music Council, uma instituição fundada em 1949 pela UNESCO, que agrega vários organismos e individualidades do mundo da música.

O Dia Mundial da Música visa promover a arte musical em todos os sectores da sociedade, divulgar a diversidade musical, aplicação dos ideais da UNESCO como a paz e amizade entre as pessoas, a evolução das culturas e a troca de experiências. (jornaldeangola.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA