Descarga eléctrica mata duas pessoas e fere seis em Malanje e na Huíla

Aristófanes dos Santos, Porta-Voz da Polícia Nacional (Foto: Angop)
Aristófanes dos Santos, Porta-Voz da Polícia Nacional (Foto: Angop)
Aristófanes dos Santos, Porta-Voz da Polícia Nacional (Foto: Angop)

Duas pessoas morreram e seis outras ficaram gravemente feridas após terem sido atingidas por descargas eléctricas, registadas segunda-feira nas províncias da Huíla e Malanje.

Falando terça-feira à Angop, o porta-voz do Comando Geral da Polícia Nacional, o comissário Aristófanes dos Santos, indicou que três cidadãos, com idades e identidades não reveladas, foram atingidos por descargas eléctricas defronte ao Hotel Capri, na cidade de Malanje, dois quais morreram no local e um se encontra gravemente ferido no hospital provincial desta cidade.

O responsável anunciou, por outro lado, que cinco membros de uma mesma família ficaram gravemente feridos pelo mesmo fenómeno no município da Cacula, a cerca de 90 quilómetros da cidade do Lubango.

Segundo o oficial da polícia, os feridos com idades entre os três e 36 anos (pai, mãe e filhos) foram atingidas quando se encontravam no interior da sua residência, tendo já sido evacuados com queimaduras para o Hospital Central do Lubango.

Aristófanes dos Santos informou que as comissões provinciais de Protecção Civil e do Serviço de Bombeiros realizam nesta altura acções de apoio moral e material à família das vítimas, conforme estipula a lei vigente no país. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA