Derrota na Champions significa desvantagem histórica… para o dérbi

(DR)
(DR)
(DR)

A última vez que o Benfica perdeu para a Liga dos Campeões antes de um dérbi acabou derrotado em Alvalade.

Gaitán bem tentou espalhar ‘magia’ mas… não foi suficiente. O número 10 atacou, fintou e até acabou o jogo no lado esquerdo da defesa, quando Rui Vitória ‘desesperado’ por, pelo menos, um empate que devolvesse a liderança isolada ao Benfica, tirou Sílvio para colocar Mitroglou a acompanhar Jiménez e Jonas no ataque.

O golo madrugador do argentino ainda fez sonhar de que seria possível ultrapassar a história e, pela primeira vez, sair da Turquia com uma vitória que desse os nove pontos, mas a falta de engenho dos colegas deitou tudo a perder. A defesa errou demasiado, o meio-campo pouco puxou pela equipa e, no ataque, Guedes acusou a pressão e Jiménez não se mostrou melhor alternativa a Mitroglou.

Ainda assim, nada está perdido. O Benfica sai de Istambul na liderança do grupo C, em igualdade pontual, e basta uma vitória no próximo jogo, quando receber o Galatasaray, para deixar o apuramento praticamente certo para os oitavos-de-final.Segue-se, agora, o Sporting, num jogo que pode ter… desvantagem histórica.

É que, da última vez que o Benfica saiu derrotado de um jogo da Liga dos Campeões antes de um dérbi, acabou derrotado pelo ‘velho rival’. Corria a época 2011/12 quando, depois de perder 2-1 com o Chelsea para os quartos-de-final da ‘prova milionária’, o então Benfica de Jorge Jesus deslocou-se a Alvalade para somar aquela que foi a última derrota registada frente ao Sporting. (noticiasaominuto.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA