Deputados britânicos elogiam nível de crescimento do ensino superior em Angola

Visita da delegação parlamentar Britanica ao Campus Universitário (Foto: Angop)

Os deputados britânicos da União Interparlamentar elogiaram o nível de crescimento do ensino superior em Angola, bem como a quantidade e qualidade dos serviços prestados no domínio da investigação científica.

Visita da delegação parlamentar Britanica ao Campus Universitário (Foto: Angop)
Visita da delegação parlamentar Britanica ao Campus Universitário (Foto: Angop)

Em declarações nesta quinta-feira à imprensa, no final de uma visita ao Campus Universitário da Universidade Agostinho Neto (UAN), a deputada Ann Vosper Blackstone, manifestou-se satisfeita pelo nível de desenvolvimento alcançado no domínio académico, tendo em conta o período de guerra que o país viveu.

A também ex ministra da Educação no Reino Unido reiterou o aumento de estudantes universitários angolanos no seu país, bem como a participação nos programas de aprendizagem da língua inglesa, com vista a maior participação no desenvolvimento do país.

A visita dos parlamentares britânicos foi guiada pela reitora da Universidade Agostinho Neto, Maria do Rosário Sambo, que forneceu informações sobre a infra-estrutura, cursos leccionados nas várias faculdades, bem como a aposta do Campus na liderança do ensino universitário no espaço nacional.

Deu ainda a conhecer sobre alguns objectivos da UAN, designadamente o aumento progressivo do número de estudantes até ao limite previsto, preparo para a liderança do desenvolvimento social e tecnológico de Angola, contribuição para a melhoria da qualidade de vida da população angolana e o reforço da investigação científica.

A Universidade Agostinho Neto, abreviadamente UAN, é herdeira dos antigos Estudos Gerais Universitários, institucionalizados durante o regime colonial, no ano de 1962, integrados na Universidade Portuguesa.

Em Dezembro de 1968, os Estudos Gerais Universitários são transformados em Universidade de Luanda. Em 1976, um ano após a proclamação da independência, a Universidade de Luanda toma a designação de Universidade de Angola.

No dia 24 de Janeiro de 1985, a Universidade de Angola passa a chamar-se Universidade Agostinho Neto (UAN), em memória ao primeiro Presidente de Angola e primeiro Reitor da Universidade de Angola, Dr. António Agostinho Neto.

Até 2009, a UAN foi a única Instituição de Ensino Superior em Angola, com Centros Universitários em algumas das 18 províncias do país e encontra-se actualmente  estruturada em nove unidades orgânicas, designadamente: sete Faculdades, um Instituto Superior e uma Escola Superior, que ministram 43 cursos de graduação, 13 de especialização, 31 de mestrado e sete de doutoramento. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA