Cunene: Defendido espírito de angolanidade e união nos 40 anos de Independência

Cunene: Cristino Ndeitunga Governador em exercício (Foto: José Cachiva)
Cunene: Cristino Ndeitunga Governador em exercício (Foto: José Cachiva)
Cunene: Cristino Ndeitunga Governador em exercício (Foto: José Cachiva)

A necessidade do reforço do espírito de unidade e da angolanidade, de modo a corresponder com os anseios dos percussores da luta pela Independência Nacional, foi defendida, nesta sexta-feira, pelo governador provincial em exercício do Cunene, Cristino Mário Ndeitunga.

O responsável, que falava no acto que marcou a abertura das jornadas comemorativas do 40º aniversário da Independência Nacional, a assinalar-se a 11 de Novembro, disse ser necessário que cada angolano saiba honrar os esforços empreendidos pela liberdade, reforçando o espírito de angolanidade.

Cristino Ndeitunga realçou que, independentemente do posicionamento político, religioso, da cor da pele ou origem étnica, os angolanos devem festejar a Independência Nacional cientes de que só unido poderão vencer os desafios que ainda se impõe.

De acordo com o governante, a proclamação da independência, depois de cinco séculos de exploração colonial, exigiu grandes sacrifícios da parte de muitos filhos desta pátria, que lutaram contra ocupação do território nacional, que datava já desde 1482.

“Nestas jornadas devemos lembrar com admiração e respeito os nossos heróis que tudo deram pela nossa independência, incluindo a própria vida”, disse.

Exortou igualmente a todas as forças vivas no sentido de se engajarem nas festividades dos 40 anos de independência, participando de formas ordeira e efusiva das actividades programadas.

Sob o lema “Angola 40 anos da Independência, paz, unidade nacional e desenvolvimento “, o programa incluem inaugurações de infra-estruturas sociais, actividades desportivas culturais e recreativas.

Presenciaram ao acto membros da magistratura judicial, do governo, partido políticos, autoridades religiosas e tradicionais. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA