CUCA celebra aniversário da Dipanda com edição de colecção

(Foto: D.R.)
(Foto: D.R.)
(Foto: D.R.)

A “Edição Especial 1975-2015”, composta por garrafas únicas, especialmente ilustradas por designers angolanos para celebrar a Dipanda. A cerveja preferida dos angolanos junta-se, desta forma, às comemorações dos 40 anos da Independência e vai colocar no mercado uma colecção única, composta por quatro garrafas que aludem a quatro datas específicas, todas representando momentos históricos:

1975 – O Mundo vê Angola Independente

1989 – Angola conquista o Basquetebol Africano

2002 – Angola caminha para a Paz

2003 – Desenvolvimento e Progresso

Em 1975, o mundo assistiu à declaração de Independência e à consagração do país enquanto República de Angola, naquele que foi, até à data, o momento mais significativo da história angolana. O grafismo presente na garrafa que assinala o segundo momento, marca o ano de 1989, quando Angola conquistou pela primeira vez o Campeonato Africano de selecções nacionais masculinas de basquetebol. Este feito marcou a história do país, que se uniu em torno da modalidade, num momento ao qual não foi alheio o facto da fase final do Afrobasket se ter realizado pela primeira vez em território nacional. Depois de um longo período de guerra, a celebração da paz chegou no ano de 2002, um marco representado na terceira garrafa da colecção da cerveja CUCA. O quarto e último momento assinala o ano de 2003, quando se inicia o processo de Desenvolvimento e Progresso da Nação.

A chancela criativa do projecto coube ao grupo de comunicação angolano ZWELA e à sua equipa de designers, que conseguiu captar na perfeição o ADN angolano e convertê-lo em 4 peças verdadeiramente únicas e coleccionáveis.

A CUCA é a marca cuja história se confunde com a própria história de Angola. E uma vez mais, a cerveja oficial brinda ao país, desta vez comemorando os 40 anos da Dipanda.

A decoração de cada uma das garrafas varia de acordo com o respectivo tema. O rótulo, contra-rótulo, a gargantilha que envolve o gargalho e até a própria carica têm um “design” próprio da responsabilidade de cada um dos artistas.

A CUCA contou ainda com o apoio de Nelo de Carvalho, que criou um “jingle” exclusivo para a campanha publicitária que suporta o lançamento da “Edição Especial 1975-2015”. O conhecido cantor interpreta uma música que pretende valorizar o papel preponderante que a Cuca desempenha enquanto elemento cultural da História de Angola. À boa maneira angolana, este facto é associado à música, e aos bons momentos de alegria e celebração de um povo.

UMA MARCA ICONOGRÁFICA DE ANGOLA

Presente nos corações de todos os angolanos, a CUCA constitui um dos activos mais valiosos do grupo Castel em Angola.

A Cuca, Companhia União de Cervejas de Angola foi fundada em 1952 e é, desde então, uma presença incontornável no mercado cervejeiro nacional, consolidando a sua posição de líder no sector.

A sua história confunde-se com a história de Angola, tendo a sua evolução enquanto marca e produto de referência na escolha dos consumidores angolanos, acompanhada a prosperidade e sustentabilidade do mercado em termos socioeconómicos. Os angolanos não dispensam uma CUCA, fazendo parte das suas vidas em todas as ocasiões de consumo, seja de festejo, celebração ou descontracção. Beber ou pedir uma CUCA é sinónimo de beber ou pedir uma cerveja.

Os seus valores estão assentes na “Qualidade” de um produto produzido em Angola com os mais elevados standards de produção e na “Proximidade”, por representar um símbolo da própria história e a cultura de um país e o seu povo.

A CUCA é conhecida também pelas suas campanhas de comunicação desde a década de 50 até aos dias de hoje, assumindo toda a força e responsabilidade de uma grande marca, alinhada com o desenvolvimento do próprio país.

Com o apoio dos seus proprietários, trabalhadores, consumidores e angolanos, em geral, a marca CUCA continua a crescer em todas as vertentes. Com as novas fábricas inauguradas nos últimos anos, novos produtos, melhor presença nos pontos de venda, e maior presença na vida dos angolanos, a CUCA continuará a ser “a” cerveja dos angolanos.

Para acompanhar o sempre crescente desejo de CUCA por parte dos angolanos, o grupo Castel tem investido fortemente tanto em novas instalações de produção da cerveja, com as novas fábricas e linhas, assim como um plano ambicioso de lançamento de novos produtos.

O grupo Castel está integrado numa das maiores organizações ao nível de vinhos e águas minerais de França, com grande experiência, o que permite à CUCA auferir de consideráveis vantagens competitivas a nível de produção, distribuição, colocação de produto e comercialização.

O grupo proprietário da CUCA é o maior aglomerado empresarial de produção de cerveja em África, e em Angola em particular, e também possui uma fábrica de vidros (Vidrul no Cacuaco, Luanda), que, para além 
de fornecer as garrafas para as cervejas das várias marcas do grupo, pode ainda dedicar-se à produção para outras bebidas.

Uma das imagens de marca da CUCA é a qualidade dos materiais, quer sejam os orgânicos, utilizados na produção da própria bebida, quer seja na maquinaria das linhas de montagem. Tudo isto é organizado, gerido e operado por uma equipa de profissionais escolhidos entre os melhores do país, que recebem regularmente formação acerca dos produtos que criam. Os postos de trabalho destes profissionais estão estrategicamente colocados junto da linha de produção da cerveja, o que lhes permite desenvolver ideias e desenvolvimentos para a marca que acreditam poder sempre melhorar.

CRONOLOGIA

1952: É fundada a Companhia de Cervejas de Angola, que viria a tornar-se no maior grupo empresarial cervejeiro de Angola.

2002: Privatização da CUCA, ficando 50% para o Grupo Castel e o restante para os accionistas da angolana Ucerba.

2008: Inauguração da produção nas fábricas Cerbab, Cabinda, e Cobeje, Bom Jesus-Bengo.

1994: O Grupo Castel assume a gestão da CUCA.

2012: Comemorações dos 60 anos da CUCA e um ano depois lançamento da CUCA Mini, a primeira “mini” de Angola.

2014: Lançamento de nova campanha “Em Angola, Cerveja é CUCA”.

SABIA QUE…?

  • A CUCA é a marca de cerveja angolana com mais visibilidade nas redes sociais, contando com mais 70.000 seguidores no Facebook?
  • A CUCA esteve sempre muito ligada às vertentes culturais e desportivas em Angola? A CUCA apoiou vários eventos e patrocinou, entre outros, Luis Sá Silva, piloto angolano que procura entrar na Fórmula 1.
  • Em 2015 a marca CUCA esteve presente pela primeira vez na 56ª edição da Bienal de Viena? Este é um dos eventos mais importantes e mostra de arte contemporânea, que se realizou entre Junho e o início de Outubro deste ano. (cucamarketing)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA