Cuanza Norte: Engenho explosivo mata duas crianças em Samba Cajú

Um ângulo da vila de Samba Cajú (Foto: Lucas Leitão)
Um ângulo da vila de Samba Cajú (Foto: Lucas Leitão)
Um ângulo da vila de Samba Cajú (Foto: Lucas Leitão)

Dois menores morreram quinta-feira no município de Samba Cajú, província do Cuanza Norte, na sequência da deflagração de um engenho explosivo, informou nesta sexta-feira o responsável do Instituto Nacional de Desminagem (INAD) na região, Adriano de Almeida.

Em declarações à imprensa, o responsável referiu que o incidente ocorreu ao princípio da noite quando seis menores encontraram um projéctil do tipo dilagrama, que transportam-no até nas proximidades do pátio do Hospital Municipal, onde o engenho explodiu, matando duas crianças e ferindo outras duas.

Na sequência da deflagração, relatou, um menor morreu no local, três outros com ferimentos graves foram transportados para o Hospital Provincial em Ndalatando, onde um acabou por falecer.

As duas outras vítimas, referiu, recebem assistência médica, enquanto duas crianças escaparam ilesas do incidente.

Recordou que o INAD no Cuanza Norte continua a remover engenhos não detonados em vários municípios da província, com maior incidência na região de Cazengo (sede da província) e Lucala.

Apontou o reforço das campanhas de sensibilização junto da população sobre o perigo das minas e outros engenhos explosivos como a melhor forma de prevenção de acidentes com artefactos não detonados, a par da continuação do processo de desminagem em curso.

A vila de Samba Cajú dista a 105 quilómetros a leste de Ndalatando, capital da província do Cuanza Norte, e foi um dos palcos de intensos combates durante o período de conflito armado angolano, que terminou em 2002. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA