Comité de Ética da FIFA suspende Sepp Blatter e Michel Platini (vídeo)

(Euronews)
(Euronews)
(Euronews)

Os atuais presidentes da FIFA e da UEFA foram suspensos de forma provisória, esta quinta-feira, pelo Comité de Ética do organismo que superintende o futebol mundial.

O suíço Joseph Blatter e o francês Michel Platini foram suspensos por 90 dias em consequência da sua implicação no escândalo de corrupção que, em maio atingiu a FIFA, e cujo recente progresso da investigação implicou ainda o atual presidente da UEFA.

Platini, recorde-se, é também um dos candidatos às próximas eleições da FIFA, marcadas para 26 de fevereiro. Outro dos candidatos à sucessão de Blatter, o antigo vice-presidente FIFA Chung Mong-Joon, foi suspenso por 6 anos e multado em cerca de 100.000 francos suíços (91.715 euros). O secretário-geral da FIFA, o francês Jérôme Valcke, que já estava sob licença compulsiva, também foi suspenso provisoriamente por 90 dias.

O Comité de Ética da FIFA esteve a analisar desde segunda-feira os casos de Joseph Blatter e de Michel Platini, num encontro durante o qual também foi examinado um inquérito ao sul-coreano Chung Mong-Joon. Na terça-feira, Chung Mong-Joon disse estar a ser vítima de “inquérito injusto”.

A FIFA foi abalada por um escândalo de corrupção em maio, a dois dias da reeleição de Blatter, num processo aberto pela justiça dos Estados Unidos e que levou a acusações contra 14 dirigentes, ex-dirigentes e colaboradores do organismo.

No início de junho, Blatter colocou o lugar à disposição, sem abandonar as funções, mas abrindo o caminho para novas eleições. Além de Platini e Chung Moon-joon, são também candidatos assumidos à presidência da FIFA o príncipe jordano e também antigo vice-oresidente do organismo Ali bin Al Hussein e o ex-futebolista brasileiro Zico. (euronews.com)
por Francisco Marques | com LUSA

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA