Combustíveis voltam a descer. Gasóleo vai baixar mais

(Negocios)
(Negocios)
(Negocios)

Os preços dos combustíveis vão voltar a recuar já no arranque da próxima semana. A descida do petróleo nos mercados internacionais pressionou as cotações dos derivados, especialmente o “diesel”.

Abastecer o depósito de combustível vai ficar mais barato. Depois das subidas registadas no arranque desta semana, na próxima haverá reduções nos valores de venda da gasolina e do gasóleo nos postos de abastecimento depois das quedas verificadas nos mercados internacionais. Reduções de alguns cêntimos por litro que serão mais expressivas para quem tem veículos a “diesel”.

Numa semana marcada pela queda das cotações do petróleo, com a Agência Internacional de Energia a alertar que a oferta da matéria-prima continuará a superar a procura mundial até, pelo menos, o próximo ano, os preços de ambos os combustíveis também recuaram. Enquanto o Brent passou de cerca de 52 para os 50 dólares, uma descida de 4,6%, a gasolina caiu 4,7% e o gasóleo baixou 7,4%.

A cotação média semanal da tonelada métrica da gasolina, que é a considerada na actualização dos valores de venda nos postos nacionais, baixou de 450 para 430 dólares. Esta evolução vai permitir uma descida até dois cêntimos por litro deste combustível, sendo que quem tem veículos a gasóleo deverá beneficiar de uma redução ainda mais acentuada perante a queda das cotações de 423 para 392 dólares por tonelada métrica.

A gasolina simples está a ser vendida, em média, a 1,361 euros por litro, segundo dados da DGGE, podendo recuar para 1,34 euros. Já o “diesel” tem margem para baixar em torno de três cêntimos, de acordo com os cálculos realizados pelo Negócios com base nas cotações da Bloomberg. O produto simples poderá descer dos 1,143 euros, em média, actuais para apenas 1,11 euros. (jornaldenoticias.pt)

por Paulo Moutinho

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA