Coligação PàF vence sem maioria absoluta. Bloco faz história

(DR)
(DR)
(DR)

As primeiras projecções dão uma vitória clara à coligação de Pedro Passos Coelho (PSD) e Paulo Portas (CDS) nas eleições legislativas, realizadas este domingo. A grande surpresa é, porém, a ‘ascensão’ do Bloco que ultrapassa a CDU.

As projeções da RTP, SIC e TVI dão a vitória à coligação Portugal à Frente (PSD/CDS-PP) nas eleições legislativas de hoje, com alguns intervalos máximos próximos da maioria absoluta. Todas as projeções indicam ainda que o PS ficou em segundo lugar e que o Bloco de Esquerda poderá ser a terceira força política mais votada, à frente da CDU.

A coligação PàF, liderada por Pedro Passos Coelho e Paulo Portas, vence assim as legislativas mas sem maioria absoluta. As projeções colocam a coligação com um resultado de 36,4% a 40,2%, segundo a sondagem à boca das urnas realizada pela Eurosondagem. Assim, PSD e CDS terão no máximo 108 deputados, o que não lhes garante a maioria.

Por seu lado, o PS terá entre 29,5% e 33,1%. O Bloco de Esquerda sobe a terceira força política mais votada, elegendo entre 16 a 19 deputados, revelando-se a grande surpresa da noite, já que a mesma sondagem à boca das urnas aponta para uma votação da CDU entre 15 a 18 deputados

O Livre/Tempo de Avançar consegue um deputado e o PDR tem hipótese de eleger dois deputados.

A abstenção rondará os 36,41%
(noticiasaominuto.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA