Coligação internacional critica ações russas na Síria (vídeo)

(Euronews)
(Euronews)
(Euronews)

A Turquia e outros parceiros da coligação internacional que luta contra os islamitas radicais na Síria e no Iraque pedem à Rússia que “pare imediatamente com os ataques contra a oposição síria e civis e se concentre no combate ao (grupo) Estado Islâmico”.

Para além da Turquia, Alemanha, Estados Unidos, França, Reino Unido, Arábia Saudita e Qatar assinam esta declaração a condenar parte das ações que a Rússia iniciou na Síria em apoio ao regime de Bashar al-Assad.

Também o secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, pediu a Moscovo para evitar baixas civis nos seus ataques.

O líder da oposição na Turquia, Kemal Kılıçdaroğlu, já disse que o Partido Republicano do Povo (CHP) dará “luz verde a uma resolução no Parlamento” para autorizar uma intervenção militar turca na Síria.

Segundo o Observatório Sírio dos Direitos do Homem (OSDH), pelo menos 7 civis morreram nos ataques da aviação russa, quinta-feira, na província de Idlib, controlada por grupos rebeldes que combatem o regime de Assad. (euronews.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA