Cidadãos da Guiné Bissau salvos no Mediterrâneo

(AFP)
(AFP)
(AFP)

Um numero desconhecido de cidadãos da Guine Bissau encontra-se entre mais de 500 imigrantes salvos pela guarda civil espanhola e pela marinha italiana ao largo da costa da Líbia.

A guarda civil espanhola disse que um dos seus barcos patrulha salvou 325 imigrantes a cerca de 25 milhas marítimas de Tripoli enquanto a guarda costeira salvou outros 198 na mesma operação.

Os imigrantes são provenientes da Nigéria, Gâmbia, Senegal, Líbia, Costa do Marfim, Guine Bissau e Guine equatorial e incluem 125 mulheres e 22 crianças.

Conselho de Segurança aprova uso da força contra traficantes

Sexta feira o conselho de segurança da ONU aprovou uma resolução autorizado a união europeia e países fora da União europeia a efectuarem buscas e confiscarem embarcações suspeitas de estarem envolvidas no trafico de imigrantes ilegais ao largo da Líbia.

A resolução  autoriza o uso da força e é valida por um ano. (voa.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA