China assina acordo para construção de central nuclear no Reino Unido

(Euronews)
(Euronews)
(Euronews)

O presidente chinês Xi Jinping assinou esta quarta-feira em Londres um acordo para uma nova central nuclear em Somerset, no sudoeste do Reino Unido, do qual a China deve ficar com um terço do negócio.

Segundo a EDF Energy (Électricité de France), a construção deste projecto nuclear, que deverá entrar em funcionamento em 2025, deverá ter um custo final de cerca de 24,5 mil milhões de euros, sendo que o grupo chinês CGN (China General Nuclear Corp.) deverá assegurar o pagamento de cerca de 8,2 mil milhões de euros. Este acordo prevê ainda o desenvolvimento de novas centrais nucleares em Bradwell e Sizewell.

Os acordos comerciais assinados durante a visita de Xi Jinping rondam os 41 mil milhões de euros.

Questionado pelos jornalistas sobre qual o preço a pagar, em termos de direitos humanos, para promover os interesses comerciais com a China, o primeiro-ministro David Cameron disse estar consciente da pertinência de ambos:

“Rejeito inteiramente a premissa da sua pergunta, segundo a qual, ou temos um intercâmbio com a China sobre as questões dos direitos humanos, ou temos uma relação comercial com a China que é boa para o investimento e o crescimento económico. A minha convicção, após cinco anos a fazer este trabalho, é que podemos ter ambas. Acho que podemos ter as duas”.

Entretanto, nas ruas de Londres, o governo britânico é acusado de vender a Pequim o silêncio do Reino Unido sobre as violações de direitos humanos na China.

Nos últimos três anos, a Inglaterra conseguiu investimento chinês superior a 17 mil milhões de euros, aplicados, entre outros, no aeroporto de Heathrow, na rede de abastecimento de água de Londres e na empresa de cereais Weetabix. (euronews.com)

Por Nelson Pereira

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA