Chefias militares da CIRGL reúnem segunda-feira na capital

Geraldo Sachipengo Nunda – Chefe do Estado Maior General das FAA (Arq) (Foto: joaquina Bento)
Geraldo Sachipengo Nunda – Chefe do Estado Maior General das FAA (Arq) (Foto: joaquina Bento)
Geraldo Sachipengo Nunda – Chefe do Estado Maior General das FAA (Arq) (Foto: joaquina Bento)

Os chefes dos Estados Maiores das Forças Armadas dos países membros da Conferência Internacional sobre a Região dos Grandes Lagos (CIRGL) reúnem-se nesta segunda-feira (19), em Luanda, para, dentre outros assuntos, analisar na vertente militar a actual situação de paz e segurança nesta região, soube hoje, domingo, à Angop de fonte oficial.

O encontro, a decorrer no Centro de Convenções de Talatona (HCTA), será presidido pelo chefe do Estado Maior General das Forças Armadas Angolanas, general de Exército, Geraldo Sachipengo Nunda, e antecede um outro a nível de ministros da defesa da CIRGL , que terá lugar dia 20 (terça-feira) na capital.

A República de Angola, que assume desde Janeiro de 2014 a presidência da CIRGL, passou a ter a honrosa responsabilidade de ajudar, com a sua modéstia experiência, na busca da tranquilidade para que esta parcela do continente africano deixe de ser palco de conflitos e de guerras, e se vire para o crescimento económico e social.

Conflitos ainda latentes nas Repúblicas Democrática do Congo, Centro-Africana, no Burundi e Sudão do Sul, têm criado certa instabilidade de paz e segurança nestes países e na região na globalidade .

Esta organização regional foi criada após os conflitos políticos que assolaram a região dos Grandes Lagos, em 1994, cujo resultado marcou o reconhecimento da sua dimensão e a necessidade de um esforço concertado com vista a promoção da paz e do desenvolvimento na região.

Integram a Conferência Angola, Burundi, República Centro Africana (RCA), República do Congo, República Democrática do Congo (RDC), Quénia, Uganda, Rwanda, Sudão, Sudão do Sul, Tanzânia e Zâmbia.

Os Grandes Lagos Africanos são um conjunto de lagos de origem tectónica, localizados na África oriental, que incluem alguns dos mais profundos do mundo. A maior parte formaram-se há cerca de 35 milhões de anos no Vale do Rift Ocidental, um dos ramos desta formação geológica que abrange a Etiópia, Quénia, Tanzânia, Uganda, Rwanda, Burundi, RD Congo, Malawi e Moçambique. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA