Boko Haram é suspeito de matar 20 pessoas no nordeste da Nigéria

(AFP)
(AFP)
(AFP)

Homens que seriam membros do grupo jihadista nigeriano Boko Haram mataram 20 pessoas a tiros, nesta quarta-feira, perto de um povoado do nordeste da Nigéria, no estado de Borno – disseram fontes locais.

O grupo do Boko Haram, que fugia de uma ofensiva militar contra seu acampamento, abriu fogo contra quatro carros perto de Jingalta, 70 km ao norte da cidade de Maiduguri. Morreram os 20 ocupantes dos veículos, revelaram um morador e um membro de um grupo de autodefesa.

“Fomos informados de um ataque de homens do Boko Haram contra quatro carros perto do povo de Jingalta, onde mataram a tiros os 20 ocupantes dos veículos”, disse Babakura Kolo, membro de um grupo local de autodefesa.

“Esses homens armados fugiam de uma operação militar contra uma de suas instalações na zona por volta das 9h30 (6h30 de Brasília), quando cruzaram com os veículos na estrada e abriram fogo contra eles”, acrescentou Kolo.

Segundo ele, os islamitas, que se deslocavam em camionetas e motos, saquearam e queimaram toda a cidade. Os moradores já haviam fugido.

O motorista de ónibus Jibir Hassan chegou ao local depois da fuga dos islamitas e confirmou o balanço de mortos.

“Quando chegamos ao povoado de Jingalta, nós o encontramos em chamas, com tudo queimado. Fora do povoado havia corpos espalhados pela estrada, 20 no total”, disse Hassan.

“Junto dos corpos havia restos de quatro carros, ainda ardendo em chamas”, relatou. (afp.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA