Bié: Província dispõe de 258 serviços de apoio aos pacientes com o HIV/Sida

BIÉ: JOÃO CAMPOS CACUNGULA - DIRECTOR PROVINCIAL DA SAÚDE (Foto: Angop)

Cuito – Duzentos e cinquenta e oito serviços para apoio e seguimentos aos pacientes com o HIV/Sida estão disponíveis na província do Bié, disse hoje, segunda-feira, no Cuito, o director da saúde na região, João Campos.

BIÉ: JOÃO CAMPOS CACUNGULA - DIRECTOR PROVINCIAL DA SAÚDE (Foto: Angop)
BIÉ: JOÃO CAMPOS CACUNGULA – DIRECTOR PROVINCIAL DA SAÚDE (Foto: Angop)

Em declarações à Angop sobre as acções que visam o combate à doença, o responsável sublinhou que destes, 160 estão direccionados ao aconselhamento e testagem, 45 para o acompanhamento aos pacientes adultos, 48 para o corte de transversão vertical e cinco para o seguimento pediátrico.

Para o combate à pandemia, o sector da saúde continua a apostar na formação contínua dos técnicos, garantir anti-retrovirais aos doentes, revitalizar os Comités de Luta Contra a Sida, assim como apoio social aos doentes, sobretudo de famílias vulneráveis.

Apontou a pobreza, o analfabetismo, a prostituição, a elevada liberação e urbanização, o início precoce dos jovens à actividade sexual sem protecção, preconceitos, subvalorização sobre o risco da enfermidade, barreiras culturais e religiosas, práticas e comportamentos de risco no seio da população como factores que contribuem para o aumento da pandemia na região.

A província do Bié testou, de Janeiro a Setembro do presente ano, nas diversas unidades sanitárias, 37 mil e 226 pessoas (gestantes, adultos e crianças), com 612 resultados positivos.

Em 2014, foram testadas, na região, 63 mil 513 pessoas (gestantes, adultos e crianças), destes mil e 50 obtiveram resultados positivos. (portalangop.co.ao)

DEIXE UMA RESPOSTA