Bié: Índice criminalidade diminui nos últimos sete dias

Bié: Surpreendente -chefe António Hossi - Porta-voz do comando provincial da Policia Nacional (Foto: LEONARDO CASTRO)
Bié: Surpreendente -chefe António Hossi - Porta-voz do comando provincial da Policia Nacional (Foto: LEONARDO CASTRO)
Bié: Surpreendente -chefe António Hossi – Porta-voz do comando provincial da Policia Nacional (Foto: LEONARDO CASTRO)

O porta-voz do Comando Provincial da Polícia Nacional no Bié, superintendente-chefe, António Hossi, assegurou hoje, quinta-feira, na cidade do Cuito (Bié), que o índice de criminalidade teve uma ligeira diminuição nos últimos sete dias, com 61 crimes de natureza diversa, menos nove casos, em ralação ao período anterior.

O oficial superior da Polícia Nacional prestou este sentimento quando fazia o balanço das actividades que a corporação realizou nesta região, nos últimos sete dias, acrescentando que a redução é fruto da intensificação do patrulhamento e sensibilização da população.

A redução do índice de crimes, segundo a fonte, satisfaz as autoridades governativas, visto que os mesmos têm criado de certa maneira impacto negativo.

Dos crimes notificados, segundo a fonte, constam violações contra a ordem e tranquilidade pública, uso e posse de estupefacientes, posse ilegal de armas de fogo e de engenhos explosivos, homicídios voluntários simples, homicídios com culpas graves, entre outros.

Sublinhou que os casos em causa resultaram na detenção de 44 indivíduos implicados nos referidos crimes, entre os quais 40 do sexo masculino e quatro do sexo feminino.

Apontou como principais causas do cometimento dos delitos, o uso excessivo de bebidas alcoólicas e outras drogas, divergências nos lares, ganância ao lucro fácil, o desemprego, fome e miséria crescente, com maior incidência nas classes menos favorecidas, falta de iluminação pública nos principais centros suburbanos, a inobservância às regras de trânsito. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA