Bié: INAD clarifica mais de 400 mil metros quadrados

brigadista de desminagem ( Foto: António Escrivão/Arquivo)
brigadista de desminagem ( Foto: António Escrivão/Arquivo)
brigadista de desminagem ( Foto: António Escrivão/Arquivo)

Uma área de 407 mil e 338 metros quadrados foram clarificados na província do Bié, pelo Instituto Nacional de Desminagem (INAD), de Janeiro a Setembro do presente ano.

A informação foi prestada hoje, quarta-feira, à Angop, pelo director local do INAD, Bernabé Frederico, quando balanceava as actividades desenvolvidas pela instituição no período em causa.

Bernabé Frederico aferiu que, a clarificação permitiu a remoção de 214 engenhos explosivos diversos ao nível desta região, salientando que, muitos dos quais se encontravam espalhados ao ar livre.

Entre os engenhos explosivos desactivados, segundo o responsável, constam 22 minas anti pessoal, quatro anti tanque, 188 outros Uxus (engenhos não detonados), acrescentando terem também removidos 24 mil e 14 munições de pequeno de calibres e 32 mil e 342 metais diversos.

Pontualizou que, os referidos engenhos explosivos foram removidos nos municípios do Cuito, Cunhinga, e Camacupa, respectivamente, onde por sinal a instituição realiza trabalho de desminagem.

Referiu que, a clarificação destas áreas, assim como a remoção dos engenhos explosivos, permitiram já o aumento das áreas de cultivo e a livre circulação de pessoas e bens com segurança, em zonas antes consideradas de vermelhas.

A instituição colabora com a polícia nacional, autoridades tradicionais e com a população em geral na denúncia de campos suspeitos de estarem armadilhados, informou. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA