Benguela: Bombeiros registam sete incêndios em sete dias

(Foto: Antonio Escrivao/Arquivo)
(Foto: Antonio Escrivao/Arquivo)
(Foto: Antonio Escrivao/Arquivo)

Sete incêndios foram registadas nos município do Lobito e Benguela de 04 a 11 deste mês, pelo Comando Provincial de Protecção Civil e Bombeiros.

De acordo com o sub-chefe do Comando Provincial de Proteção Civil e Bombeiros, Marcos Dulumba, que apresentava o balanço semanal à Angop, os incêndios afectaram residências particulares, um mercado informal e viaturas particulares, causando prejuízos avaliados em dois milhões e 566 mil Kwanzas.

Sem avançar dados comparativos em relação a igual período anterior, o responsável disse que, tanto as viaturas como as residências mereceram a intervenção das forças de proteção civil e bombeiros, bem como de pessoas voluntárias para extinção dos incêndios.

Marcos Dulumba fez saber que, no município de Benguela os casos ocorreram no mercado informal do 4 de Abril, bairros da Graça e Caponte, enquanto no Lobito na zona da Restinga e bairro do Liro, tendo como causas negligência, auto-aquecimento, curto-circuito e fogo posto.

Referiu que, no que concerne os serviços de socorro, durante o período em alusão, foram efectuadas 45 acções, sendo 20 assistências, 22 protecções, duas evacuações de pacientes por doença e acidentes de viação e um por ataque de abelhas.

Foram ainda realizados 161 serviços a náufragos, dos quais 48 protecções, 53 sensibilizações, 48 patrulhamentos apeados e três com motorizadas, duas vigias e três salvamentos.

O sub-chefe aconselhou a população a desligar alguns aparelhos domésticos durante o período em que não é utilizado com realce para a televisão, aparelho de som, botijas de gás butano, bem como não tomar banho em locais impróprios onde não haja elementos especializados da corporação dos bombeiros para prevenir os eventuais sinistros. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA