Balanço de sismo eleva-se a 300 mortos no Paquistão e Afeganistão (vídeo)

(Euronews)
(Euronews)
(Euronews)

As equipas de socorro multiplicam esforços para assistir as vítimas do forte sismo que fez perto de 300 mortos no Paquistão e no norte do Afeganistão.

No território paquistanês, milhares de pessoas preferiram passar a noite ao relento, apesar das baixas temperaturas, por receios das réplicas.

O terramoto inicial teve epicentro a uma profundidade de mais de 200 quilómetros, no norte do território afegão, embora a maior parte das vítimas mortais se tenha registado no vizinho Paquistão, onde foi também contabilizado mais de um milhar de feridos.

O sismo destruiu centenas de casas numa área essencialmente montanhosa da região de Peshawar.

Um residente diz que um familiar lhe telefonou “para avisar que a casa do irmão ruiu e que várias crianças ficaram feridas” e acrescenta que quando aqui chegou “os feridos já estavam a ser transferidos para o hospital”.

No Paquistão, as autoridades confirmaram perto de 230 mortos, enquanto no Afeganistão há registo de cerca de seis dezenas de vítimas mortais.

O sismo também foi sentido, embora com menos intensidade e sem fazer vítimas, na região da Cachemira e em algumas localidades do norte da Índia, onde apenas há registo de danos materiais. (euronews.com)

por Rodrigo Barbosa | com REUTERS

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA