Autoridades turcas ocupam dois canais de TV (vídeo)

(Euronews)
(Euronews)
(Euronews)

Na Turquia, as autoridades desferiram um golpe duro em dois canais privados de televisão, um gesto visto pela oposição como uma tentativa de calar a liberdade de expressão, em véspera de eleições.

A régie dos canais Kanaltürk e Bugün TV foi ocupada, em direto, pelas forças da ordem, depois da justiça ter colocado o grupo Koza İpek, dono dos canais, sob tutela.

A justiça decidiu tomar o controlo deste grupo de comunicação devido às alegadas ligações ao clérigo Fethullah Gülen, considerado um terrorista pelas autoridades de Ancara.

Gülen, atualmente refugiado nos Estados Unidos, já foi uma figura próxima do presidente Recep Tayyip Erdoğan, mas tornou-se depois num dos mais ferozes opositores. É acusado de ter construído um Estado paralelo para deitar abaixo o poder instalado na Turquia.

O grupo de comunicação social e os dois canais sofrem a acusação de estar a financiar e a recrutar elementos para o movimento de Gülen.

Contra a ocupação, os jornalistas dos dois canais manifestaram-se ontem à porta da sede. A embaixada norte-americana em Ancara também se mostrou preocupada. (euronews.com)

por Ricardo Figueira | com AFP, REUTERS

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA