Artista plástica Isabel Baptista expõe “A Cor de Cor” no Centro Cultural Português

(Euronew)
(Euronew)
(Euronew)

A exposição de pintura e instalação “A cor de cor” da artista plástica angolana Isabel Baptista está exposta até ao dia cinco de Novembro do corrente ano no Centro Cultural Português, em Luanda.

Com um conjunto de 18 quadros, a artista presenteia o público com fragmentos de lembrança concretizados em temas diversos, que de comum têm a origem no universo feminino.

“ Uma diversidade de objectos que fui guardando em caixinhas separadas por cor, um trabalho minucioso e solitário que considero um exercício de meditação e espiritualidade, onde o vermelho, o preto o castanho, o azul roxo têm este significado “, disse a artista.

Segundo Isabel Baptista, o vermelho representa o fogo transbordante de vida, o laranja evoca força e soa como um sino de igreja, o roxo é a cor do luto e o verde é o tom da tranquilidade, despojado de alegria, de tristeza ou paixão.

Para ela, a música são as nuances das cores, as vibrações que provocam na alma são suaves e deslocadas e não se conseguem traduzir por palavras.

Segundo Isabel Baptista, durante longos anos, por entre digressões fotográficas e incursões na fotogenia dos seres e espaços envolventes cruzou-se com mulheres e com elas trocou olhares, sorrisos e até peças de joalharia, bijuteria, coisas que, para muitos, não passavam de “tralha”, pedaços quebrados de beleza.

Isabel Baptista nasceu em Luanda, onde fez os seus estudos em pintura na antiga Escola Industrial, no final dos anos 60. Fez a sua primeira exposição individual em 1990, no Museu de História Natural de Luanda. (euronews.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA