Apresentado novo núncio de Angola e São Tomé

Dom Petar Rajic novo núncio apostólico de Angola e São Tomé (Foto: Francisco Miúdo)
Dom Petar Rajic novo núncio apostólico de Angola e São Tomé (Foto: Francisco Miúdo)
Dom Petar Rajic novo núncio apostólico de Angola e São Tomé (Foto: Francisco Miúdo)

O novo núncio apostólico de Angola e São Tomé, Dom Petar Rajic, foi apresentado neste sábado, em Luanda, aos fieis da Arquidiocese de Luanda Sé Catedral.

A autoridade eclesiástica escolhida pelo Papa Francisco foi apresentada numa celebração eucarística, na presença do Arcebispo de Luanda, Dom Filomeno do Nascimento Vieira Dias.

Durante a homilia, o núncio demonstrou gratidão ao Papa, por ter-lhe confiado essa missão e a tarefa a uma igreja que tem cerca de 500 anos de existência.

Destacou a importância do papel pastoral, salientando que em Angola, na área social, existe alguns desafios que a Igreja Católica vai ajudar com muita seriedade, com destaque na assistência e criação de escolas, hospitais e também na criação de instituições para trabalhar com membros da sociedade civil.

Para o religioso, Angola já foi abençoada e na sua história já conta com a visita de dois Papas, João Paulo II e o Bento XVI, e que o novo Papa está a mostrar a importância da caridade em boas acções, pois são os valores esperados a Deus.

Já o Arcebispo de Luanda, Dom Filomeno do Nascimento, louvou a presença do novo núncio, considerando que o religioso vem com as preocupações do Papa e com a solicitude e responsabilidade pela vida da igreja.

“O novo núncio representa em Angola o Papa Francisco e acolhemo-lo com bastante alegria e satisfação, convictos de que muito fará em prol da igreja e da sociedade angolana”, disse.

Avançou que na agenda de trabalho do núncio consta que depois de Luanda, visita outras comunidades e estará em contacto com outras igrejas, para conhecer a realidade do país e da vida das próprias igrejas.

Dom Petar Rajic foi nomeado a 15 de Junho de 2015, no lugar de Dom Novatus Rugambwa, transferido para as Honduras.

O novo representante da Igreja Católica em Angola iniciou o serviço diplomático da Santa Sé dia 1 de Julho de 1993, desempenhando a sua actividade, sucessivamente, nas representações Pontifícias do Irão, Lituânia e na Secretaria de Estado da Santa Sé, no Vaticano.

Dom Petar Rajic nasceu em Toronto, Canadá, dia 12 de Junho de 1959. Foi ordenado sacerdote no dia 29 de Junho de 1987 e incardinado na Diocese de Trebinje-Mrkan, actualmente em Bósnia Herzegovina.

É doutorado em Direito Canónico, pela Faculdade de Direito Canónico da Pontifícia Universidade Latera.

Exerceu as funções de Núncio Apostólico no Kuwait, em Bahrein, Qatar e delegado Apostólico na Península Arábica, tendo em Março de 2010 exercido o mesmo cargo no Iemén e nos Emirados Árabes Unidos. Fala croata, inglês, italiano e francês.

Aos 2 dias de Dezembro de 2009, o Papa Bento XVI nomeou-o Arcebispo Titular de “Sarsenterum” e Núncio Apostólico em Kuwait, Bahrein, Catar, e Delegado Apostólico no Iémen, nos Emirados Árabes Unidos e para toda a Península Arábica. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA