Apple quase duplica vendas na China e aumenta lucros em 31%

(DR)
(DR)
(DR)

Os resultados financeiros da Apple vão muito bem e podem agradecer aos chineses, que aumentaram, muito, a compra de dispositivos da marca, nomeadamente iPhones.

A Apple divulgou os resultados financeiros do trimestre que terminou em setembro e não poderiam ser melhores, já que o lucro total da empresa aumento em 31% para os 11,1 mil milhões de dólares, sendo que o volume de negócios registou 51,5 mil milhões de dólares, um valor bem superior aos 42,1 mil milhões de dólares registados no mesmo período do ano passado.

A justificação deste acréscimo é só uma: as vendas do iPhone na china. Por incrível que parece, a Apple viu aumentar a venda de iPhones no mercado chinês em 87%, sendo que no mundo venderam 48 milhões de unidades. Por seu lado, a China representa 24% das vendas, um aumento significativo em comparação com os 13,7% do ano passado. De referir que o iPhone 6S só começou a ser vendido nos últimos três dias do trimestre fiscal.

Outro fator positivo é o Mac, que vendeu 5,7 milhões de unidades e foi outra área que viu aumentada o número de vendas, dos 5,5 milhões registados no ano passado.

No entanto não há só aspetos positivos, além de muito mistério. A área responsável pelo Apple Watch faturou 3 mil milhões de dólares, no entanto não foram divulgados números mais específicos, sendo que não sabemos quantos relógios foram vendidos.

Certo é a queda do iPad, que vendeu 9,9 milhões de unidades, pela primeira vez desde 2011 a descer a fasquia dos 10 milhões de unidades vendidas. No entanto, para este último trimestre, há mais o iPad mini 4 e o iPad Pro. (tecnologia.com.pt)

por Bruno Peralta

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA