Angola terá Sistema de Radar em 2016

Edificio do Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro (Foto: Francisco Miudo)
Edificio do Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro (Foto: Francisco Miudo)
Edificio do Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro (Foto: Francisco Miudo)

A entrada em funcionamento do sistema de Radar, no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, em 2016, vai melhorar o controlo da plataforma marítima e continental de Angola, sobretudo da Região de Informação de Voo (FIR) de Luanda, afirmou, o chefe de divisão de operações dos Serviços de Tráfego Aéreo da ENANA, Manuel Dionísio Lopes.

O técnico falava à Angop, no aeroporto de Luanda, à margem da visita guiada à torre de controlo, para a demonstração do equipamento de apoio à navegação aérea, no âmbito das actividades alusivas ao Dia Internacional do Controlador de Tráfego Aéreo, que se assinala a 20 de Outubro.

De acordo com Manuel Lopes, a entrada em funcionamento do Radar vai permitir melhor visualização das aeronaves na zona marítima, a troca de informação com as tripulações, assim como orientar as rotas de voo, garantindo operações mais seguras.

“Se o sistema de Radar entra em funcionamento, no início do próximo ano, melhoraremos a capacidade de gestão do tráfego aéreo, que a vezes é congestionado, devido a limitação de espaços no aeroporto de Luanda”, justificou o responsável da ENANA.

Considerou que o Programa de Gestão do Espaço Aéreo Civil, em execução, prevê a instalação de novos e modernos equipamentos, para que se possa prestar um serviço com melhor qualidade.

No âmbito do Dia do Controlador a ENANA realizou duas palestras subordinadas aos temas: “A importância dos Normativos Técnicos Aeronáuticos, licenciamentos dos Centros de Tráfego Aéreos, autorização de sobrevoos e aterragens e Serviços de Tráfego Aéreo” e a “Reestruturação e Classificação do Espaço Aéreo da FIR de Luanda”.

O Controlador de tráfego aéreo é o profissional encarregue de separar o tráfego de aeronaves no espaço aéreo e nos aeroportos de modo seguro, ordenado e rápido, emitindo autorização aos pilotos, dando instruções e informações necessárias dentro do espaço aéreo da sua jurisdição, com o objectivo de prevenir colisões entre as aeronaves e obstáculos nas imediações do aeroporto.

A Empresa Nacional de Exploração de Aeroportos e Navegação Aérea (ENANA) conta actualmente com 145 controladores de tráfego aéreo, colocados nos principais aeroportos do país nomeadamente em Luanda, Cabinda, Catumbela (Benguela) e Lubango (Huíla). (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA